SBT - Sistema Brasileiro de Televisão SBT Ao Vivo
Gabi quase Proibida

NOTÍCIAS

Mara Gabrilli fala sobre a vida sexual dos cadeirantes
Publicado em 11/12/2013

O Gabi Quase Proibida desta quarta-feira, 13 de novembro, recebe a psicóloga e deputada federal Mara Gabrilli. Após ficar tetraplégica em um acidente de carro em 1994, ela se tornou conhecida por suas posições marcantes em relação aos deficientes físicos e acaba de lançar sua biografia, "Depois Daquele Dia". Na entrevista ela fala sobre a vida sexual dos cadeirantes, conta como redescobriu o prazer e revela detalhes de sua vida pessoal.


 
Confira as melhores frases da entrevista:

• Só achei que o livro era uma boa ideia quando ficou pronto. (sobre sua biografia)
• Muitas vezes acho que sofri mais contando as coisas (para sua biografia) do que no momento em que as vivi.
• Ter quebrado o pescoço foi a maior mudança da minha vida, mas não foi a maior dor.
• Na época do acidente eu estava no auge da minha vida sexual, com 26 anos.
• Tive uma relação sexual quando ainda estava na UTI. Pedi para o meu namorado fechar a cortina.
• Não existe uma posição sexual mais agradável para o cadeirante. Talvez a mais fácil seja a tradicional, mas gosto de ousar.
• Conquistar homens nunca foi um problema e continua não sendo.
• A mistura de Viagra com eletroestimulação fazem com que o homem (cadeirante, que não tem ereção) consiga ter.
• Tem homens cadeirantes que não ejaculam, mas mantêm a ereção por muito tempo.
• Tive um relacionamento com um cadeirante 4 anos antes do meu acidente. A voz e as mãos dele me ganharam.
• Passei a ter uma sensibilidade maior interna. (após o acidente)
• Gostei do momento de fazer, mas gosto mais do meu corpo hoje. (sobre o ensaio para a revista Trip)
• Tenho três amigas (cadeirantes) que engravidaram, mas não tenho pensado muito nisso.
• A maioria dos homens olha para uma cadeirante e deixa de pensar (em sexo).
• Me sinto uma guardiã das pessoas com deficiência e da diversidade. Conquistei muita coisa em três anos de mandato como deputada federal.

GABI QUASE PROIBIDA
Nesta quarta, à meia-noite

ENTREVISTAS

    Veja mais