SBT - Sistema Brasileiro de Televisão

NOTÍCIAS

Conexão Repórter

Produtora de Cabrini se passa por prostituta de luxo durante quase um mês

Publicado 18/3/2010
O Conexão Repórter desta quinta, 18 de março, no ar a partir das 22h15, vai mostrar o submundo da prostituição de luxo.


Uma das produtoras de Roberto Cabrini passa-se por garota de programa a fim de descobrir o que há por trás do sexo de luxo.


Ela percorre as principais boates, clubes e flats frequentados pelas prostitutas. E descobre como agem os aliciadores e os cafetões, e como funciona o tráfico de drogas e outros crimes que muitas vezes são acobertados até por quem deveria coibi-los.


E, pela primeira vez, Bruna Surfistinha, que foi matéria do New York Times e ganhou um filme sobre sua história de vida, voltou aos locais onde se prostituía.


O programa também vai mostrar o drama de quem tenta abandonar esse caminho e a história da mulher que pegou AIDS durante um programa sem preservativo.


Produtora e Roberto Cabrini

Veja também:
+ Confira as outras reportagens exibidas no programa
+ Tem uma denúncia? Envie para o Cabrini
+ Blog: Produção revela os bastidores das reportagens

Sobre Roberto Cabrini
 
Consagrado como repórter investigativo e um dos principais jornalistas da televisão brasileira, Roberto Cabrini começou a trabalhar aos 16 anos de idade. Um dos repórteres mais jovens de sua época. Em 28 anos de carreira no jornalismo, cobriu seis guerras internacionais (Afeganistão, Iraque, Palestina, Camboja, Caxemira e Haiti).


Roberto Cabrini (Foto: Lourival Ribeiro/SBT)

Cabrini participou de cinco Olimpíadas e cinco Copas do Mundo, foi correspondente por oito anos – quatro deles em Londres e quatro em Nova York –, além de realizar coberturas em mais de 50 países. Localizou fugitivos da Justiça que a polícia brasileira não conseguia encontrar, como: Paulo Cesar Farias, em Londres; a fraudadora do INSS, Jorgina Maria de Freitas Fernandes, na Costa Rica; e o diretor do Depósito Público do Rio de Janeiro, que fugiu roubando todos os bens que ali estavam – e foi localizado por Cabrini, em Moçambique.

O jornalista recebeu das mãos de Sílvio Santos o Troféu Imprensa como melhor repórter de TV, em 1993. Ganhou também os prêmios Líbero Badaró, Tim Lopes, Vladimir Herzog e APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte). Entrevistou o líder da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, para o programa SBT Repórter. Também foi Cabrini quem noticiou, ao vivo, o óbito do piloto Ayrton Senna, em maio de 1994. Trabalhou na Globo, Bandeirantes e Record, na qual comandou recentemente o programa Repórter Record.

Conexão Repórter vai ao ar toda quinta, às 22h15, no SBT!

SOBRE O SBT

GRUPO SILVIO SANTOS

Fechar Barra