SBT - Sistema Brasileiro de Televisão
Amor e Revolução

Diretor musical revela como foram feitas as escolhas para a trilha sonora da novela

Diretor musical revela como foram feitas as escolhas para a trilha sonora da novela - 05/Apr

Por Adolfo Nomelini

Embora tenha sido um tempo difícil, a época da ditadura no Brasil foi muito rica para a música nacional. Grandes canções foram criadas e interpretadas nessa fase e serviram também como protesto contra a repressão.

Para contar a história de um período tão marcante para o Brasil, a trilha sonora de Amor e Revolução precisou ser escolhida com muito cuidado.

Laércio Ferreira, diretor musical da novela, revela, em entrevista, como foram feitas as escolhas das músicas que embalam as cenas da trama.

Como aconteceu a escolha das músicas?
Após algumas reuniões com o autor, Tiago Santiago, e o diretor geral, Reynaldo Boury, definimos algumas músicas e a direção que seguiríamos, no caso, optamos por músicas da época ou que estivessem no contexto do tema

"Roda Viva", uma das músicas que mais representa a época, é o tema de abertura. Como aconteceu a escolha?
Roda Viva, justamente por ser um obra que representa a resistência à ditadura e ao autoritarismo, de autoria de Chico Buarque, sempre foi uma das mais fortes candidatas à abertura. O MBP4 regravou especialmente para a novela.

A trilha traz também regravações mais modernas, como a música “Cálice”, com a Pitty, e “Só Vou Gostar de Quem Gosta de Mim”, com a Danni Carlos...
Regravamos algumas músicas sob encomenda para a novela e encontramos outras já gravadas com novos interpretes e arranjos mais modernos. Em alguns casos teremos duas versões, original e a regravação, que executaremos ao longo da novela conforme a cena. "Cálice", Indireto & Pitty, "Nossa Canção", Vega, "Só Vou Gostar de Quem Gosta de Mim", Danni Carlos, "Menino Bonito", Fernanda Takai, "José", Roberta Campos, "Coração de Papel", Ângela Márcia & Sérgio Reis, "Vem Quente Que Estou Fervendo", Ultraje a Rigor, são alguns dos exemplos.

Como aconteceu a escolha da música para cada personagem?
As músicas, quando escolhidas, já foram pensadas nas personagens. Levamos em conta o perfil físico e psicológico, a importância  e os relacionamentos que terão na trama.

Algumas músicas serviam como forma de protesto contra a Ditadura, e foram até censuradas. Como é ver hoje estas músicas sendo tocadas no maior veículo de comunicação de massa do país?
Com certeza, quem não viveu na época a partir de agora terá uma nova visão sobre essas obras.

A trilha será lançada em CD? Tem alguma previsão?
Sim. Pela Universal Music. Lançamento previsto para 30 dias.

Qual a principal diferença na hora de fazer uma trilha para uma novela de época e uma atual?
Nada impede que você use música atual como tema de personagem em uma novela de época. Vale também o inverso. Depende do caminho que decidimos seguir.

Foto: Divulgação

TwitterFacebookCompartilhe

conteúdo relacionado

publicidade

Seguidores